«Não é possível desligar a catequese da cultura», Maria Luísa Boleo

Catequeta apresentou os «desafios atuais à catequese» a partir do capítulo X do Diretório.

«A catequese diante dos cenários culturais contemporâneos» foi o tema apresentado esta tarde no 49º Interdiocesano de catequistas da zona Centro. Maria Luísa Boleo, catequista e catequeta apresentou aos participantes os principais desafios com que o setor se depara no mundo atual para que “o querigma chegue à Humanidade de hoje”.

“Hoje não é possível desligar a catequese do dado cultural que nela intervém, e influencia-a na sua poliedricidade”, afirmou.

A catequeta alertou para “a indiferença e o sincretismo” como dois dos grandes riscos com que se depara a transmissão da fé e sustentou e necessidade de “um olhar de fé perante a sociedade”.

“A comunidade eclesial deve olhar para a sociedade humana com olhar de fé. Este rosto multiforme da realidade convoca ao aparecimento de muitas mentalidades que são um desafio sempre novo à transmissão do querigma”, apontou.

Perante mais de três centenas e meia de catequistas, Maria Luísa Boleo considerou a urgência de uma “educação que ajude a pensar criticamente e que promova a assunção e formulação de valores”.

“A missão do catequista hoje é por demais complexa porque os diferentes lugares de vivência social constituem-se como um desafio à descoberta de Deus”, alertou.

Perante a complexidade sociológica atual, e tendo em conta as novas linguagens no âmbito do virtual a catequeta considerou ser prioritário a “formação de catequistas com grande segurança doutrinal, bíblica e litúrgica”.

“Só deste modo seremos capazes de adequar o querigma a cada cultura e a cada povo no respeito e na valorização das suas tradições e promovendo uma simbiose entre fé e vida”, concluiu.

Após a última conferencia do dia os catequistas participam em ateliês para o aprofundamento de alguns dos cenários apresentados no capítulo X do Diretório para a Catequese, com temas como «Catequese e mentalidade científica», «Catequese e cultura digital», «Catequese e bioética», «Catequese e integridade da pessoa e Opção pelos pobres», «Catequese e compromisso ecológico».

Fonte: Educris

«Novo Diretório» no centro do Encontro Interdiocesano de Catequistas

Dioceses do centro de Portugal organizam nova formação centrada no Diretório para a Catequese.

O novo Diretório para a Catequese será o tema do 49º Encontro Interdiocesano de Catequistas, a realizar nos dias 12, 13 e 14 de fevereiro de 2021, este ano totalmente online. Nas atuais circunstâncias, marcados pela pandemia, e na impossibilidade de reunir os catequistas das dioceses de Leiria-Fátima, Lisboa, Portalegre – Castelo Branco, Santarém e Setúbal da forma habitual, em Fátima, o programa foi adaptado para que a formação decorra pelos meios digitais.

A iniciativa tem início na sexta-feira, dia 12 de fevereiro, pelas 21h00, com a intervenção do diácono Paulo Campino, diretor do Serviço de Catequese de Santarém, e que apresenta uma «Visão geral do Diretório».

No sábado, dia 13, o padre Tiago Neto, do Patriarcado de lisboa, apresenta o tema «Identidade da Catequese», numa sessão online a partir das 15h00. 

No dia 14, domingo,  também a partir das 15h00, Maria Luísa Boléo, do setor da Catequese de Lisboa, apresenta o capítulo X do Diretório, sob o tema «A catequese diante dos cenários culturais contemporâneos». Segue-se um tempo de ateliês para o aprofundamento de alguns dos cenários apresentados com temas como «Catequese e mentalidade científica», «Catequese e cultura digital», «Catequese e bioética», «Catequese e integridade da pessoa e Opção pelos pobres», «Catequese e compromisso ecológico».

Toda a formação decorrerá através da plataforma Zoom. As inscrições decorrem até ao dia 9 de fevereiro através deste FORMULÁRIO.

Programa detalhado do Interdiocesano 2021 AQUI

Fonte: Educris

Leiria-Fátima: Curso Online analisa «Eucaristia: culto, cultura e arte»

Iniciativa acontece online até maio de 2021

O Centro de Cultura e Formação Cristã da Diocese de Leiria-Fátima está a promover uma formação online sobre o diálogo entre a arte e o culto eucarístico.

A formação online «Eucaristia: culto, cultura e arte» pretende mostrar os “vínculos entre a arte e a experiência religiosa” como “manancial a explorar” nos diversos contextos.

“Pela sua capacidade de dizer o indizível e de nos elevar o espírito, a arte mostra-se capaz de materializar a experiência religiosa, sem deixar de nos remeter para o transcendente”, explica a organização num comunicado enviado hoje ao EDUCRIS.

Continuar a ler

UCP: Jornadas de Teologia decorrem de 1 a 4 de fevereiro

Entre os dias 1 e 4 de fevereiro, a Faculdade de Teologia vai realizar, em colaboração com a Diocese do Porto, a Diocese de Vila Real e a Irmandade dos Clérigos, as Jornadas de Teologia 2021 que terão como tema: “Um só Corpo, um só Batismo” (Ef 4, 4) – A Diversidade dos Carismas e a Construção da Comunhão. Este ano, devido à situação pandémica que estamos a viver, as jornadas serão todas on-line.

Continuar a ler

Formação sobre a plataforma ZOOM no SDEC Porto

Atendendo a que, devido à pandemia, numerosos grupos estão a fazer catequese online, o SDEC disponibiliza uma segunda formação sobre a plataforma zoom.

Esta destina-se aos catequistas que sentem dificuldades em utilizar a mesma ou em gerir o grupo a partir desta plataforma.

Para receber o link de acesso à formação, preencha o formulário até dia 13 de janeiro.

Formulário de Inscrição

Ferramentas digitais na catequese: antes assustadoras, hoje fundamentais!

As catequistas no Patriarcado de Lisboa, Filomena Capelo e Chandra Martins, falam da importância da formação em ferramentas digitais.

Em entrevista à Agência ECCLESIA, a catequista Filomena Capelo afirma que as ferramentas digitais na área da catequese foram, inicialmente, “assustadoras”, mas neste momento “são fundamentais para garantir um trabalho de evangelização”.

Com 70 anos de idade e mais de 50 como catequista na Paróquia de Santo António de Moscavide (Patriarcado de Lisboa), Filomena fez uma formação em ferramentas digitais na catequese e aprendeu que, “mesmo presencialmente as ferramentas digitais podem ajudar a tornar a mensagem mais cativante”.

De acordo com a catequista “Não é publicidade enganosa, mas mais cativante para os nossos próximos missionários catequistas”

Continuar a ler

Formação em «ferramentas digitais» para catequistas em Lisboa

Sector da catequese aposta na dimensão digital numa altura de pandemia.

“Apresentar o digital como lugar de fé”, motivando os catequistas para o uso de ferramentas

Digitais” e dar a conhecer as diferentes estratégias que podem ser utilizadas nos encontros” são três dos objetivos da formação «Ferramentas digitais» que o Sector da Catequese de Lisboa (SCL) promove ao longo do presente ano catequético.

“Queremos capacitar os catequistas para uso do digital na catequese de modo a irmos ao encontro do desafio que nos propõe o novo diretório da Catequese”, lê-se no comunicado enviado hoje ao EDUCRIS.

Continuar a ler

Formação contínua de catequistas: falando de milagres

Quão belos são os milagres descritos no Evangelho! Jesus Cristo, O Emanuel, o Deus Conosco, mostrou que a fé pode curar doenças e superar a morte. Houve ainda a multiplicação de pães e peixes, a água que se tornou vinho, e as redes de pesca que se encheram. Mesmo assim, nem todos que presenciaram se converteram (Mt 11, 20-24). Por isso, é preciso que o milagre seja explicado de forma clara aos catequizandos, para que possam receber com verdadeira fé as palavras do Evangelho e identificar os milagres que acontecem diariamente.

O Evangelho nos mostra que os milagres estão ligados diretamente à nossa fé. Ao curar a mulher com hemorragia, Jesus lhe diz: “Filha, a tua fé te salvou. Vai em paz!” (Lc 8, 48). O centurião que procurou Jesus para curar seu empregado com paralisia teve um milagre concedido na medida de sua fé: “Vai! Conforme acreditastes te seja feito”. E naquela mesma hora, o criado ficou curado” (Mt 8, 13). Assim, crer nos milagres é confiar verdadeiramente na presença de Deus, é ter fé.

Continuar a ler

Acólitos: Serviço nacional promove formação de formadores em Ermesinde

O Serviço Nacional de Acólitos (SNA) promove o seu Encontro de Formação de Formadores, entre hoje e este domingo, 9 de fevereiro, no Seminário do Bom Pastor – Casa da Juventude da Diocese do Porto, em Ermesinde.

O SNA informa que o encontro de formação tem como tema ‘Jovem, Eu te digo: levanta-te! (Lc 7,14): Juventude – Testemunho – Serviço’.

Continuar a ler

XV Jornadas Catequéticas do SDEC Porto

«Todos discípulos missionários – A alegria do Evangelho é a nossa missão»  

Caríssimos Catequistas

  Estamos a chegar ao fim de mais um ano de treino em «SER DISCÍPULOS MISSIONÁRIOS». 

Foi um tempo de entrega generosa e sábia  à missão de educar/iniciar à vida na fé os catequizandos e de acompanhar as suas famílias.

Chegou o momento de ouvir JESUS dizer como disse aos discípulos-:

«Vinde, retiremo-nos para um lugar deserto e descansai um pouco.»
(Mc 6, 30-31)

É neste tempo de pausa, neste TEMPO FAVORÁVELque o SDEC lhe oferece a oportunidade participar nas

Continuar a ler